Dele.

A gente deixa de ter medo quando passa a confiar no futuro. E meu futuro é certo quando me vejo ao teu lado. Eu fiz um convite, ele me deu 23,0613% de certeza. Eu não tive medo do que poderia dar errado. Eu não tive medo de ocorrências póstumas. Consequência? Não me lembrei da palavra. E existe? Sendo ou não, deixei-me levar. Sucumbi-me à ausência total de luz, a ausência total de adereços que vieram me pertencer após a vinda ao mundo. Deixei-me pura de espírito, me deixei pura de sentimentos de tormenta, me libertei de toda e qualquer exímia regressão. Era a hora. Havíamos esperado por tal há anos. Estávamos presentes apesar de ausente pela sensação de êxtase e euforia. Gritos mudos de pura overdose do sentir. Submersos um ao outro, pertencentes apenas a nós mesmos, sem bagagem anterior, livre de qualquer dor e sofrimento. O constrangimento nós desligamos com o controle da TV e ele economizou sua devida energia apesar do gasto consecutivo. Houve entrega, determinação, objetivo e prática. Tudo que pudesse nos atrapalhar ficou do lado de fora, atrás da porta e ainda assim abrimos para escarnar, para mostrar o ato de felicidade, para zombar de que a situação estava sob nosso domínio e bem executada. Eu não me lembro de ter vivido ou encontrado a gentileza em outro âmbito de minha vida, mas a encontrei ali, na ponta de seus dedos, na ausência de seus medos, entre seus lábios e língua, entre seus braços, em seus laços, entre suas pernas e fui sua, dele. E sou. Até quando eu jugule minha reminiscência, alvitres e autonomia. Sou dele pela vida. Entre risos e expressões sérias. Sou dele. 


— LaryssaCasvine, Sentin-ela


#mystuff  

E se?

            E se eu não tivesse entrado naquele emprego? E se eu não tivesse sido convidada para aquela festa? E se alguém tivesse ficado sóbrio? E se você tivesse topado ir para algum campeonato de videogame na casa de amigos? A gente não teria se encontrado. A gente não teria se encantado. A gente não teria se reconhecido. Porque foi o que aconteceu, a gente se reconheceu, se encontrou depois de tantos anos de procura um pelo outro. Travamos olhares, visamos. Eu acho que finalmente te encontrei. Depois de tanto navegar por águas desconhecidas, visualizei terras firmes. Você simplesmente mudou meus conceitos, minha forma de pensar e o cuidado. Sim, o cuidado em planejar e encaixar nossos futuros um ao outro. Acho tão lindo quando você começa sonhar bem diante dos meus olhos, em voz alta e voa pra bem longe, visita milhões de países pra logo então retornar até a mim, que permaneço em silêncio apenas deslumbrando-me com o teu brilho, aquele de quem almeja o mundo. Me pego sorrindo agora, a todo e qualquer instante, sempre que penso em você e só preciso acordar pra que isso aconteça. Eu soube que me faltava algo quando eu finalmente olhei em tua alma e vi resumidamente todos os meus sonhos, encontrei todos os meus planos compendiados em um só: você. Algo aconteceu ali, algo me impulsionou, eu tomei uma dose de coragem, uma dose silenciosa de coragem. Sim, foi o que aconteceu. Mas, pré-existente. Eu estava pré-disposta a estar ali com você, para construirmos um pra sempre só nosso. É o que acontece agora. Um passo de cada vez e estamos mais perto do que longe. Estamos mais juntos do que distantes, apesar das diferenças e dos quilômetros. Eu finalmente te encontrei. Eu sinto. Eu sei quando sinto meu fôlego faltar com um simples toque seu, quando eu olho em teus olhos e o mundo para de existir, quando em teu abraço eu sinto vontade de morar, quando meu pulso acelera quando você sorri, quando eu tenho crises de abstinência da tua gargalhada e quando eu sinto tua falta assim que você vira as costas pra ir embora.  Seu sorriso é tão leve e frouxo, fácil e intrigante. A gargalhada mais forte e divertida que me arranca a recíproca mesmo quando devo permanecer séria e não me entregar às tuas magias. Tua personalidade é tão tranquila de se acomodar e aceitar… Tuas mãos me guiam para um futuro que apesar do medo, eu me permito fechar os olhos e me deixar levar. Teus olhos: Eles foram e são a razão da qual começamos e continuaremos até a eternidade. Seu timbre é único no mundo, vestido de potência e autoridade, e a menina que era dona de si, agora se rende as tuas frases melódicas. Você tem o poder de me livrar de meus pensamentos, quando se faz presente rouba minha consciência e me vejo isenta do meu bom senso e razões. Se eu acredito em anjo? Claro! Acredito desde que você chegou. Pôs-me embaixo de suas asas e cuidou das minhas feridas com seus superpoderes simples, tais como SER. E sabe? Eu tenho a certeza de que além de anjo, você pode ser meu amor, meu amigo, meu marido, pai dos meus filhos, amante… Meu apego todo seu. Eu te quero para toda vida, para todos os dias, sejam finais de semana, dias úteis a feriados. Quero viajar contigo, conhecer o mundo ou até criar o nosso por aqui mesmo. Eu só quero mesmo é tá contigo não importa onde, quando ou quanto.  Eu só quero mesmo é começar NOSSA vida juntos, começar a parte do sempre e pra sempre.

 


— LaryssaCasvine, Sentin-ela


#mystuff  
Deus, obrigada por me fazer tão pequena.
Obrigada por me fazer notar isso, também.
E acima de tudo, Deus, obrigada por ser tão grande em minha vida.
LaryssaCasvine,  (via kansassong)

kansassong:

 Caí na dança. Hoje me permiti degustar de coisas que nunca pensei gostar. Encontrei conhecidos, fingi que não vi, gargalhei, deixei a minha loucura natural se sobre sair. E eu precisava exatamente disso, do frevo, dos passos, do colorido, dos confetes e do cheiro de gente bêbada. Eu me diverti tanto e me dei conta de como havia tempo que não me ocorria. Eu lembro que em algum momento eu fixei a planta dos meus pés onde estava e não conseguia me mover, perdi o ritmo, mas meu coração acelerou me pedindo para avançar. De todas as vozes, de toda aquela multidão agitada e sorridente, de todos os palcos e suas respectivas apresentações, a única coisa que ouvia era uma pulsação estridente, gritante, irritante, histérica, a minha. Alguém me lembrou você, não sei se os traços ou o modo de como apoiava o peso do corpo sobre o cotovelo em uma mesinha qualquer. Quase me convenci de que era mesmo você. Mas, o brilho dos olhos não era o mesmo, a beleza do sorriso nem se comparava e a graciosidade das micro expressões nem chegava aos pés. Impulsionei-me, tentei me manter andando, tentei voltar a respirar e de um jeito bizarro, cômico voltei a mim. Sorri. A quem eu quero enganar? Eu gosto de você de um jeito que nunca pensei que aconteceria. O problema é que eu posso ser a bailarina, a odalisca, uma simples passista ou até carregar o peso de um daqueles bonecos típicos da região, mas amor, meu coração vai ser o mesmo, vai carregar a mesma melodia, vai ansiar por você. E por mais que eu me encante com esses adereços, adornos, máscaras, glitter, vestimentas exóticas, nada, nem ninguém, vai me surpreender do jeito que você sempre faz, por ser apenas quem você é

LaryssaCasvine, KansasSong


Deus, perdoa-me pelos inúmeros defeitos. Inclusive este de enfiar os pés pelas mãos, de apressar-me esquecendo que quem move meu respirar são tuas mãos. Deus, desculpa não ser a filha que mereces ter, mas entrego a Ti minha falta de jeito, para que venhas me moldar de acordo com o teu querer.
LaryssaCasvine, (via kansassong)

kansassong:

Os dados estão rolando e você não sabe o que quer de mim. Se é um ombro amigo, um colo, um carinho, um abraço apertado, um coração acelerado, uma aventura ou todas as emoções de uma vez. Acontece que eu não posso viver no meio de tua bagunça de inconstância, em tua relutância em dar o braço a torcer. Eu sei que nunca fui certa em te deixar esperando, em te deixar se matando por dentro e tendo que sorrir. Acontece, anjo, é que eu não sei cuidar, não sei mostrar, nem sei correr atrás. O que plantamos precisa ser regado, precisa ser podado, precisa ser zelado para que não resseque, não se desgaste e muito menos chegue a morrer. Querido, já tentei ser muita coisa nesse mundo, já fingi ser o que eu não pude e o que pude mesmo sem fazer sentido, no fracasso, decidi ser quem sou de fato. É  desse jeito, amor, você faz parte do que sou, faz parte das cores e do pôr do sol. Mas, não demora, vem com pressa, me envolver em teus olhos escuros e estrelados, customizando minha sala com renda e uns babados, para me sentir em casa, num sobrado, do qual quero chamar de meu, sendo um pacote completo, também teu e que não abro mão jamais.

LaryssaCasvine,


Só não diga que não me esforcei para pincelar todo o seu céu com estrelas. Você viu que dei o meu melhor. O problema é que você não sabe o que quer, não sabe se é dia ou se é noite […]
LaryssaCasvine, (via kansassong)

Não gosto de cabeça pequena. Gosto de quem olha para frente e não avista apenas um céu, gosto de quem foca em um universo cheio de oportunidades, onde tudo pode acontecer e que fazem acontecer.
LaryssaCasvine, (via kansassong)

Acalma teu coração, pequena. Hoje nada aconteceu, mas ele serviu de ponte para que amanhã você abra sua janela e permita o sol invadir seu quarto mais uma vez. E se nada acontecer amanhã e nem depois, lembre-se de acalmar seu coração, pois em qualquer esquina dessas aí você acaba esbarrando com o que Deus guardou para você.
LaryssaCasvine, (via kansassong)

Pouco vivi, mas de muito presenciei. Já vi gente matar por outro alguém, já vi gente morrer, já vi gente sorrindo derramando cascatas por dentro… Tolice. Não requer muito esforço ponderar para aprender que amor que mata é doença, amor que morre é paixão e amor que te faz acordar afastando as cortinas para permitir a luz é amor divino: Que invade, que aquece, que conforta, que completa, que é fácil, que é puro e que refresca. Já vi gente se acabar por não pensar assim, como também já vi e continuo vendo muita gente sabendo viver, sabendo amar por enxergar além do que a gente consegue ver.
LaryssaCasvine, (via kansassong)